Depoimentos - Centro Universitário do Rio Grande do Norte - UNI-RN
  • ACESSIBILIDADE:
  • Aumentar Fonte
  • Tamanho original
  • Diminuir Fonte
  • Contraste




Bruno Jonatan,
Egresso do curso de Nutrição.

“Enquanto iniciava o quarto ano do Curso de Nutrição do UNI-RN, ingressei em um intercâmbio nos Estados Unidos através do Programa Ciências Sem Fronteiras. O intercâmbio ocorreu de Agosto de 2013 a Dezembro de 2014.

Em 2013, me dediquei exclusivamente aos estudos da língua inglesa e concluí o último nível do English as a Second Language International (ESLI), em Bowling Green, Kentucky. Em 2014, iniciei minhas aulas no Curso de Nutrição e Dietética da Western Kentucky University (WKU), tendo a oportunidade de estudar disciplinas específicas ao currículo acadêmico dos estadunidenses, e me tornar tecnicamente fluente em minha área de formação. Durante o estágio de verão exigido pelo Instituto de Educação Internacional (IIE), consegui uma das 7 vagas disponíveis para Estágio em Nutrição na Agência Meals On Wheels, Inc. of Tarrant County, em Dallas-Fort Worth, no Texas, onde pude retribuir os conhecimentos adquiridos diretamento para a população local. Por fim, retornei a Bowling Green para um último período acadêmico em Nutrição na WKU.

Resumir um intercâmbio em 200 palavras não é fácil, por isso foquei nas experiências acadêmicas, mas é importante saber que nele se experienciam momentos de amadurecimento profissional e pessoal, e grande impacto na nossa visão de mundo. Repetiria”.

Wannise Lima,
Coordenadora Acadêmica.

“Realizei o meu doutorado no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa através do Programa de Doutorado Pleno no Exterior da CAPES, na área de Educação e Tecnologia, estudando a formação dos docentes para o desenvolvimento da autonomia e da colaboração a partir do uso das tecnologias. Avalio como muito rica a experiência de formação em outro país, não apenas por aspectos relacionados ao estudo propriamente dito, mas especialmente pela oportunidade de viver em um outro contexto e poder experimentar outras formas de aprender e ensinar. Embora existam no Brasil diversos programas de Pós Graduação com alto nível de desenvolvimento, as experiências de Portugal no uso das Tecnologias da Informação e Comunicação para aprender e ensinar já está implementado em todas as escolas públicas do país, nas diversas modalidades de ensino”.

Andrimana Buyoya Habizimana,
Aluno do curso de Administração.

“Sou aluno do curso de Administração. Vim do Burundi, pequeno país da África, capital Bujumbura. Seus limites geográficos são Ruanda (norte), República Democrática do Congo (oeste), Tanzânia (leste e sul). Cheguei ao Brasil em 2006 ainda sem documentos sem nenhum certificado de estudos. Comecei a batalha de estudos e cursei o ensino Fundamental, Médio e logo após entrei na UNI-RN como universitário.

Enfrentei várias dificuldades profissionais e como estudante, até regularizar minha situação como Apátrida, que consegui auxiliado pela Ordem dos Advogados do Brasil, no Rio Grande do Norte, assim, além de estudante, trabalho numa situação legal.

O que mais me emocionou no Brasil foi o acolhimento das pessoas, embora tenha achado estranho na cultura brasileira o modo individual das pessoas resolverem seus problemas individuais e coletivos. Na grande parte da mãe África a cultura é coletiva e tudo se resolve em comunidade. Existe uma hierarquia na Família e nas autoridades, e todos respeitam; as lideranças se importam com as pessoas dos bairros e vizinhos, os idosos são respeitados como pessoas com sabedoria da vida.

Mas, em um país multicultural como o Brasil, deve haver lugar para todos. Agradeço a todos aqueles que acreditaram na minha vontade de vencer e lutamos juntos para organizar minha vida aqui no Brasil. o curso de Administração do UNI-RN e muito desafiante e pretendo me aperfeiçoar cada dia mais.”

VOLTAR
SIM, OBRIGADO!