"Africana(mente) Brasil" debate relações de raça - Centro Universitário do Rio Grande do Norte - UNI-RN
  • ACESSIBILIDADE:
  • Aumentar Fonte
  • Tamanho original
  • Diminuir Fonte
  • Contraste

23.11.2017

"Africana(mente) Brasil" debate relações de raça

O "Africana (mente) Brasil" foi idealizado pelo curso de Serviço Social do UNI-RN em alusão ao Dia da Consciência Negra - 20 de novembro - por isso, na última quarta-feira (22), eles promoveram um evento totalmente voltado às questões de diálogos entre Brasil e África.

A fim de resgatar e valorizar a memória dos grupos afrodescendentes que formaram a cultura brasileira, a programação contou com uma roda de conversa sobre a imagem da África na visão dos brasileiros, bem como sobre a cultura e o tratamento que os cidadãos africanos recebem no Brasil.  O debate teve a presença de quatro palestrantes – a professora, mestre em letras, Marcela Grazielly Rocha, os estudantes africanos Pingréwaoga Béma Abdoul Hadi Savadogo  e Mansour Gakou (de Senegal e Burquina Faso) alunos da UFRN e o professor de Educação Física,  Ulemas da Silva Ramos . 

No Centro de Convivência Nelson Mandela foi montada uma mostra da cultura africana, com itens de decoração, a moda bastante expressiva e a gastronomia e seus reflexos na cultura gastronômica do Brasil.

GALERIA DE FOTOS  

"Esta é uma discussão que se faz necessária em todas as instâncias da sociedade, tendo em vista atitudes racistas entre jovens que vêm sendo compartilhadas em redes sociais e praticadas em estádios de futebol, apontando para a importância de uma formação cidadã, inclusiva e tolerante para que as pessoas possam atingir um progresso humano semelhante ao que o campo tecnológico nos demonstra", ressalta a professora Izete Dantas, coordenadora do curso de Serviço Social do UNI-RN.


SIM, OBRIGADO!