UNI-RN participa de ações do Agosto Lilás - Centro Universitário do Rio Grande do Norte - UNI-RN

09.08.2017

UNI-RN participa de ações do Agosto Lilás

O UNI-RN aderiu à campanha Agosto Lilás 2017, promovida pela Secretaria Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres (SPM). Com o propósito de combater a violência contra a mulher, a campanha também serve para difundir a Lei Maria da Penha, que apesar de uma década de vigência ainda é desconhecida para muitas mulheres.

Dentro da programação, algumas ações e palestras serão realizadas nas Clínicas Integradas e na Biblioteca do UNI-RN, confira:

Dia 18, às 19h: roda de conversa com professores e funcionários;

Dia 25, às 08h: ações de conscientização e palestra “Lei Maria da Penha”, nas Clínicas Integradas;

Dia 28, às 16h: diálogo “5 em 100 – mulheres em busca do enfretamento à violência na multidisciplinaridade”, na biblioteca do UNI-RN.

Além das ações realizadas na instituição, o UNI-RN participa de atividades na Escola da Assembleia e em uma creche do município de São Gonçalo do Amarante no dia 11 de agosto. As atividades na creche fazem parte da 12ª edição do projeto Mulher Viver com Dignidade, projeto organizado pela Coordenadoria do Núcleo Especializado em Enfretamento à Violência Doméstica e Familiar – NUDEM, através da Defensoria Pública do Rio Grande do Norte. Na ocasião a assistente social das Clínicas Integradas, Lindicéia Gomes, ministrará uma palestra sobre o autoexame de mama e duas enfermeiras demonstrarão às mulheres presentes como realizá-lo.

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS

Agosto Lilás

O Agosto Lilás visa chamar a atenção da sociedade não só para a violência física contra a mulher, mas também para outros tipos de violência que a mulher sofre na relação conjugal. Confira os tipos de violência contra a mulher previstos na Lei Maria da Penha:

- patrimonial (quando o cônjuge ou parceiro se apropria ou detém o controle sobre o dinheiro da mulher)

-  sexual (quando a mulher é forçada ao ato sexual)

-  psicológica (insultos, ameaças e humilhações)

-  moral (injúria, calúnia e difamação)  

SIM, OBRIGADO!